5 Dicas para atingir os seus maiores objetivos

Você provavelmente estabeleceu metas e objetivos para sua vida na passagem do ano, certo? Clima de festa, champanhe, alegria e várias promessas para 2015, mas você, de fato, já conseguiu realizar alguma ou está trabalhando para isso? Parte do ano já se passou e, diante disso, como você avalia seu movimento em relação à conquista de seus objetivos? Se sua resposta não for tão animadora assim, preparamos uma lista com dicas para que você consiga, ainda neste ano, atingir grande parte do que planejou. Confira!
Imagem
1. Enxergue a sua meta
Conseguir ver e dimensionar um objetivo o deixa mais poderoso do que simplesmente escrevê-lo em um caderno, por exemplo. Tudo o que é visualizado funciona melhor. Quer um exemplo? Algumas pessoas que querem perder peso podem espalhar revistas de dietas e boa forma em uma mesa e se inspirar nisso. Faça um mural com as melhores imagens (seja realista, é claro) e use isso como um motor para te mover na direção certa.

Se você deseja dar um upgrade na sua carreira, que tal começar a seguir uma pessoa que posta diariamente frases de motivação e inspiração no Instagram? Ou visitar diariamente um site com dicas de vida profissional e realização de sonhos? Assim, você vê seu objetivo mais claramente e se motiva a conquistá-lo.

2. Conte às pessoas
Pode parecer estranho, mas dizer aos outros quais são suas intenções te ajuda a, de fato, realizá-las. Um exemplo: que tal contar aos seus amigos de Facebook que você vai se dedicar neste ano a ser uma pessoa mais saudável e entrar em forma? Descreva o que você pretende conquistar e como está trabalhando para isso.

Ser bem aberto significa contar quando você fracassar, mas sabe o que é melhor? Nessas horas você provavelmente receberá mensagens de pessoas que passaram pela mesma experiência e deram a volta por cima. Quando conseguir avançar, ganhará elogios e motivação para seguir adiante!

Você ficará surpreso ao ver o tamanho do apoio que receberá das pessoas que têm contato com você. E ainda conseguirá mais energia para correr atrás do que deseja. Vale a pena se arriscar, não?

3. Estabeleça uma data
Uma das melhores formas de atingir nossas metas é colocá-las no calendário. Fazendo isso, a probabilidade de você conseguir atingi-las aumenta muito. Se você quer correr uma maratona, mas não se planeja e estabelece uma data para participar, de nada adianta a sua meta. Marque uma data em que você precisará atingir alguma coisa. Pode ser na área profissional, pessoal, financeira… você verá como essa atitude te deixará mais confiante!

4. Descubra sua verdadeira motivação
Napoleon Hill, autor do livro “Think and Grow Rich”, diz o seguinte: “o ponto de início de qualquer conquista é o desejo. Mantenha sempre isso em mente. Um desejo fraco traz resultados fracos, assim como um fogo fraco gera pouco calor.” Baseados nessa frase podemos dizer que, por trás de toda meta existe uma razão mais profunda, que motiva seu desejo de mudança ou de conquistar alguma coisa.

Infelizmente, as maiores razões para que você conquiste alguma coisa geralmente se perdem em meio a e-mails, eventos e demandas urgentes. Nós sabemos que isso desmotiva e acaba deixando suas metas em segundo plano, mas que tal estabelecer um momento apenas para cuidar dos seus desejos? Existe uma grande chance de você deixar seus objetivos de lado quando está sob pressão, então que tal se lembrar todo dia do que precisa ser feito? Você pode fazer notas em seu celular ou na sua mesa de trabalho. Assim, olhará para elas todos os dias.

5. Use aplicativos para mensurar sua evolução
O sucesso de qualquer empresa ou empreendimento precisa ser medido com base nas conquistas obtidas aos poucos. Por isso, você precisa medir o quanto conquistou de seus objetivos durante o ano e, para fazer isso, precisa separá-los em pequenas partes.

Atualmente, há vários aplicativos que medem seu progresso pessoal e profissional, usando dados reais. Ao final de casa mês, você deve usar essas informações para estudar seu progresso e destacar áreas que precisam de atenção. Então, faça com que esse caminho seja ainda melhor celebrando pequenas ou grandes conquistas. Que tal comemorar uma mudança no trabalho reunindo os amigos que torceram por você? Equilibrar a disciplina e o profissionalismo do mundo dos negócios com gratidão e amor próprio cria um ambiente muito favorável ao seu crescimento!

Lembre-se: cada novo objetivo é uma oportunidade para crescer pessoal e profissionalmente. Que tal fazer algo hoje do qual você se orgulhará amanhã? Procure tomar atitudes que farão você se lembrar desse ano com alegria e boas lembranças.
Fonte: Extraído de Love Mondays

GOSTOU? Então deixe seu comentário abaixo!

Não se sente bom o suficiente? Pode ser culpa da síndrome do impostor

Sabe aquela insegurança que parece estar sempre presente para nos “lembrar” que aquela grande oportunidade na carreira foi um golpe de sorte ou, pior do que isso, que em algum momento você será desmascarado e todos vão perceber que você é uma fraude? Não é só você. Quase todo mundo já foi vítima da chamada síndrome do impostor.

Para muitos, o ditado fake it, until you make it – em português: finja, até que você consiga, se tornou uma estratégia de carreira. Parece estranho, certo? Essa frase pode ser interpretada de duas formas:

1 – Mesmo que você não esteja completamente apto a fazer algo, você se esforça para manter uma postura confiante, até que você consiga desenvolver as habilidades que precisa.

2 – Você absorve mais responsabilidades do que de fato tem capacidade de entregar no intuito de se mostrar ser mais capaz do que realmente é.

Existe uma linha tênue que diferencia os dois pontos: de um lado, você não transparece insegurança frente a um desafio e do outro…bem, você tem uma atitude reativa frente à responsabilidades que ainda não está preparado para assumir.

Não existe problema algum em expressar que se não se sente confortável com alguma tarefa e dizer que precisa estudar suas possibilidades. O problema está quando você simplesmente não acredita que seja suficientemente bom em nada ou, ainda, que só sustenta a posição que tem por estar muito bem disfarçado no seu dia a dia. É como se você inserisse uma neblina em todas as suas conquistas. Essa percepção gera um forte impacto negativo na forma que você se enxerga e, consequentemente, na forma que as pessoas ao seu redor enxergam você. É um ciclo vicioso.

É importante ressaltar que essa condição afeta até mesmo os profissionais mais experientes. Portanto, ela pode não te impedir de progredir. Para te ajudar a identificar se está passando por este cenário, tente fazer as seguintes perguntas:

Você tem dificuldades em aceitar elogios?
Você vive se comparando e achando que seus colegas são mais capacitados?
Novas responsabilidades te deixam apavorado?
Se você respondeu sim para todas as perguntas, é hora de repensar sua carreira e buscar ajuda para enxergar suas reais habilidades. Pode parecer bobagem, mas acreditar no seu potencial pode ser a peça que faltava para sua carreira deslanchar!

Fonte: Extraído de Love Mondays

GOSTOU? Então deixe seu comentário abaixo!

Como parecer mais confiante em uma apresentação

Quem nunca teve medo de falar em público? Ter a atenção de uma grande audiência voltada para você pode parecer assustador mas, com algumas técnicas e um pouco de prática, é possível superar a timidez e conquistar uma postura muito mais confiante. Vamos às dicas?

– Todos somos tímidos

É verdade. Até aquele palestrante incrível já sentiu as pernas bambas ao subir em um palco. Algumas pessoas são mais extrovertidas, outras nem tanto, mas compreenda que dificilmente alguém se sente tão confortável a ponto de nunca se sentir apreensivo antes de falar em público. Então, seja paciente consigo mesmo. Você vai conseguir.

– Encontre a sua super pose

Além de manter sempre uma boa postura (cabeça erguida, ombros para trás, peito aberto), é importante que você encontre a sua super pose: estudos mostram que poses que “preenchem espaços” ajudam a fazer você se sentir mais confiante, como pernas espaçadas e as duas mãos na cintura.

– Cuidado com as “mãos gêmeas”

Na tentativa de gesticular mais, podemos acabar caindo no velho truque das mãos gêmeas: quando as duas mãos fazem exatamente a mesma coisa. Além de desconcentrar as pessoas, passa a impressão de que a sua performance foi ensaiada. Lembre-se de gesticular quando necessário para que tudo flua de forma natural.

– Comunique-se de forma clara

O melhor jeito de se comunicar é de forma equilibrada: mantenha a sua fala clara e firme, mas dê as devidas pausas e pense no que vai falar. Uma boa dica é se ouvir: grave áudios no seu celular e identifique os pontos que pode melhorar.

– A prática leva à perfeição

Já ouviu a expressão “tudo é muito difícil, até você descobrir como se faz”? A prática pode ser a chave para falar melhor. Por isso, pratique sempre que possível. Fale de frente para o espelho, sozinho no seu quarto, e se esforce para dizer algo em uma reunião. O exercício diário fará com que você se sinta cada vez mais confiante.

Fonte: Extraído de Love Mondays

GOSTOU? ENTÃO DEIXEI SEU COMENTÁRIO ABAIXO!